Espaços poéticos memoriais, pequenos e cotidianos: Etnografia de rua na cidade imaginária

Wendell Marcel Alves da Costa

Resumo


Resumo: Apresentamos experiências urbanas em cidades brasileiras que se orientaram por caminhadas na cidade. A etnografia de rua em espaços “comuns” deu-se a partir de registros fotográficos em espaços poéticos memoriais, pequenos e cotidianos, como parques, escadas, paredes, portões, balanços, ruas, que são simbólicos para o contexto no qual estão inseridos: da rua, do bairro e da cidade. Discutimos como a pequenez e a cotidianidade desses espaços singulares constroem imagens do viver urbano das cidades contemporâneas, cidades imaginárias exploradas a partir das práticas cotidianas dos usuários dos espaços que estão dentro de espacialidades e temporalidades dos espaços praticados. Baseando-se em estudos sobre imaginação simbólica, espaços poéticos, memórias e lembranças, arquiteturas do pequeno e do afeto, indagamos como a cidade imaginária é praticada, pensada e imaginada através da etnografia de rua.

Palavras-chave: Espaços poéticos. Etnografia de rua. Imaginação simbólica. Cidade imaginária.

 

MEMORY POETIC SPACES, SMALL AND EVERYDAY:STREET ETHNOGRAPHY IN THE IMAGINARY CITY

 

Abstract: We present urban experiences in Brazilian cities that were guided by walks in the city. Street ethnography in “common” spaces was based on photographic records in memorial, small and everyday poetic spaces, such as parks, stairs, walls, gates, swings, streets, which are symbolic for the context in which they are inserted: the street, the neighborhood and the city. We discussed how the smallness and daily life of these unique spaces build images of urban living in contemporary cities, imaginary cities explored from the daily practices of users of spaces that are within the spatialities and temporalities of the practiced spaces. Based on studies on symbolic imagination, poetic spaces, memories and memories, architectures of small and affection, we asked how the imaginary city is practiced, thought and imagined through street ethnography.

Keywords: Poetic spaces. Street ethnography. Symbolic imagination. Imaginary city


Palavras-chave


Espaços poéticos. Etnografia de rua. Imaginação simbólica. Cidade imaginária

Texto completo:

292-313 PDF

Referências


BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. São Paulo, Martins Fontes, 1993.

CERTEAU, Michel. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Petrópolis, Vozes, 2014.

CHOAY, Françoise. A alegoria do patrimônio. São Paulo, Estação Liberdade, Editora UNESP, 2017.

COSTA, Wendell. M. A. Espaços de solidão, estados de liminaridade: cidade e as ressonâncias da modernidade em A Cidade Onde Envelheço e O Homem das Multidões. RUA [online], n. 24, vol. 1, junho, p. 85-101, 2018b. DOI: http://dx.doi.org/10.20396/rua.v24i1.8652439.

_______. Fugas e medos gays: Praia do Futuro e o cinema transnacional das sensações geografias-afetivas. Temática, ano 14, n. 9, 2018a. DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.1807-8931.2018v14n9.41864.

_______. Lembranças viajantes de espaços poéticos urbanos. Fotocronografias, vol. 4, n. 8, p. 128-141, 2019b.

_______. Pontos de memórias: análise imagética das relações socioespaciais em Barreiras-BA. Cadernos NAUI, v. 7, n. 13, jul-dez, 2018c.

_______. Um cinema de cidade: imagens do urbanismo em filmes brasileiros. Sociabilidades Urbanas – Revista de Antropologia e Sociologia, v. 3, n. 7, março, p. 97-112, 2019a.

_______. Uma breve incursão ao interacionismo simbólico na cidade. Pixo, n. 12, vol. 4, 2020. DOI: HTTP://DX.DOI.ORG/10.15210/PIXO.V4I12.18597.

ECKERT, Cornelia. ROCHA, Ana L. C. Etnografia de rua: estudo de antropologia urbana. Iluminuras, v. 4, n. 7, 2003.

FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso: aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. São Paulo, Loyola, 2014.

GELL, Alfred. A Antropologia do Tempo: construções culturais de mapas e imagens temporais. Petrópolis, Vozes, 2014.

GOFFMAN, Erving. A representação do eu na vida cotidiana. Petrópolis, Vozes, 1985.

_______. Comportamentos em lugares públicos: notas sobre a organização social dos ajuntamentos. Petrópolis, Vozes, 2010.

GOMES, Paulo C. C. O lugar do olhar: elementos para uma geografia da visibilidade. Rio de Janeiro, Bertrand Brasil, 2013.

LIPOVETSKY, Gilles. A estetização do mundo: viver na era do capitalismo artista. São Paulo, Companhia das Letras, 2015.

_______. A Cultura-Mundo: resposta a uma sociedade desorientada. São Paulo, Companhia das Letras, 2011.

MAGNANI, José G. C. Da periferia ao centro: trajetórias de pesquisa em antropologia urbana. São Paulo, Editora Terceiro Nome, 2012.

_______. A antropologia, entre patrimônios e museus. Ponto Urbe [online], 13, 2013.

OLIVEN, Ruben G. “Por uma antropologia em cidades brasileiras”. In: VELHO, Gilberto. (Org.). O desafio da cidade: novas perspectivas da antropologia brasileira. Rio de Janeiro, Campus, 1980, p. 23-36.

PEIRANO, Mariza G. S. “Etnocentrismo às avessas: o conceito de ‘sociedade complexa’”. In: Uma antropologia no plural. Brasília, Editora da Universidade de Brasília, 1991, p. 107-129.

_______. “Antropologia no Brasil (alteridade contextualizada)”. In: MICELI, Sergio. (Org.). O quer ler na ciência social brasileira (1970-1995). São Paulo, Editora Sumaré, ANPOCS, Brasília, DF, Capes, 1999, p. 225-266.

RELPH, Edward. “Reflexões Sobre a Emergência, Aspectos e Essência de Lugar”. In: MARANDOLA, E. Jr., HOLZER, W, OLIVEIRA, L. (Orgs.). Qual o espaço do lugar?: geografia, epistemologia, fenomenologia. São Paulo, Perspectiva, 2012, p. 17-32.

ROCHA, Ana L. C. ECKERT, Cornelia. A preeminência da imagem e do imaginário nos jogos da memória coletiva em coleções etnográficas. Brasília, ABA, 2015.

_______. A narrativa e a captura do movimento da vida vivida. Iluminuras, n. 9, 2004.

SAHLINS, Marshall. Cultura e razão prática. Rio de Janeiro, Zahar, 1979.

SANTOS, Milton. Metamorfoses do Espaço Habitado: Fundamentos Teóricos e Metodológicos da Geografia. São Paulo, Editora da Universidade de São Paulo, 2014.

SILVA, Armando. Imaginários: estranhamentos urbanos. São Paulo, Edições Sesc São Paulo, 2014.

SOJA, Edward W. Postmetrópolis. Estudios críticos sobre las ciudades y las regiones. Madrid, Traficante de Sueños, 2008.

WUNENBURGER, Jean-Jacques. “L’imaginal urbain”. In: La vie des images. Grenoble, Presses Universitaires de Grenoble, 2002, p. 129-135.




DOI: https://doi.org/10.22456/1984-1191.103708

Revista Iluminuras - Publicação Eletrônica do Banco de Imagens e Efeitos Visuais - BIEV/LAS/PPGAS/IFCH/UFRGS

E-ISSN 1984-1191