Epidemiologia global de pacientes com tuberculose multidrogarresistente (MDR-TB) e extensivamente resistente (XDR-TB)

Jorge Del Arco Junior, Naiara Cristina Ule Belotti, Naidy Konno Madela, Rosângela Siqueira Oliveira, Heloisa da Silveira Paro Pedro

Abstract


A tuberculose multidrogarresistente (MDR-TB) e a tuberculose extensivamente resistente (XDR-TB), levantam preocupações pelo grande número de casos, especialmente na África, Ásia e Europa, e pela taxa de sucesso ainda baixa no tratamento, atingindo 54% para MDR-TB e 30% para XDR-TB. O objetivo do presente estudo é relatar as diferentes realidades epidemiológicas dos doentes com MDR-TB e XDR-TB em diferentes partes do mundo. Foram revisados artigos da última década nas bases científicas disponíveis. Os estudos mostraram que a maioria das pessoas afetadas pela MDR-TB são do sexo masculino, migrantes ou imigrantes, que já haviam sido tratados anteriormente. Descrevemos que o tratamento da tuberculose (TB) usualmente resulta em cura, mas também pode levar à seleção dos bacilos mais resistentes. Mostramos que o surgimento de cepas resistentes na TB se deve ao tratamento inadequado de formas mais simples de TB, com cepas resultantes de manejo difícil e que as populações vulneráveis são as mais afetadas. Salientamos que o abandono do tratamento é fator que comumente origina esse problema complexo da doença e elencamos os genes de resistência mais estudados.

Palavras-chave: Tuberculose; antibióticos antituberculose; epidemiologia; resistência microbiana a medicamentos; resistência a múltiplos medicamentos; genes MDR


Keywords


Tuberculose; antibióticos antituberculose; epidemiologia; resistência microbiana a medicamentos; resistência a múltiplos medicamentos; genes MDR



Copyright (c) 2018 Clinical & Biomedical Research

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

   

  

 

Apoio Financeiro:

  

 

Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.