Resultados da terapia dupla (interferon e ribavirina) para hepatite C em um centro de referência no sul do Brasil: um estudo da vida real

Fernando Comunello Schacher, Deivid Santos, André Dias Américo, Melina Silva de Loreto, Felipe Augusto Santiago de Almeida, Mario Reis Álvares-dos-Santos

Abstract


Introdução: A Hepatite C tem uma prevalência estimada em cerca de 170 milhões de pessoas mundialmente e cursa com grande morbimortalidade. O tratamento deste vírus tem se alterado significativamente nos últimos anos, porém, no Brasil, ainda imperam os tratamentos baseados em interferon convencional ou interferon-peguilado associado à ribavirina.

Métodos: estudo de coorte, retrospectivo, conduzido no Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Foram incluídos 237 pacientes com Hepatite C tratados com interferon e ribavirina ou interferon-peguilado e ribavirina

Resultados: A taxa global de resposta virológica sustentada obtida foi de 33,33%, sendo 37,93% nos pacientes com regime baseado no interferon convencional e 32,69% nos com interferon-peguilado. A análise demonstrou uma maior taxa de resposta virológica sustentada entre os pacientes que apresentaram, à análise genética, expressão CC do polimorfismo da IL 28B.

Palavras-chave: Hepatite C; interferon; resposta virológica sustentada


Keywords


Hepatite C; interferon; resposta virológica sustentada



Copyright (c) 2016 Clinical & Biomedical Research



ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

   

  

 

Apoio Financeiro:


 

Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.