A utilização da progesterona natural micronizada em gestações gemelares na prevenção do trabalho de parto prematuro

Juliana Barroso Zimmermmann, Adrianne Maria Berno de Rezende Duarte, Alexander Cangussu Silva, Clarissa Rocha Panconi Piccinini, Fernanda Souza Sampaio, Érica Condé Marques Oliveira, Camila Silva Bernardes, Thamires Teixeira

Abstract


Com o objetivo de determinar a eficácia da progesterona natural micronizada em gestações gemelares para a profilaxia do trabalho de parto prematuro, foi avaliada uma coorte histórica de 43 mulheres com gestações gemelares. As gestantes foram divididas em dois grupos: usuárias da progesterona (Grupo 1) e não usuárias da progesterona (Grupo 2) O medicamento foi administrado na dosagem de 200 mcg por via vaginal, a partir de 20 semanas de gestação. Das 43 gestações estudadas, 20 foram tratadas com a progesterona. Não houve associação entre uso da progesterona e época do parto, de forma que o uso da progesterona natural micronizada não impediu o parto prematuro (p = 0,87). Portanto, a progesterona natural micronizada não reduziu a frequência do trabalho de parto prematuro em gestações gemelares.

 


Keywords


Gestação gemelares; progesterona



Copyright (c)



ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

   

  

 

Apoio Financeiro:


 

Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.