Efeito de diferentes programas de atividade física na fase de abstinência do tratamento de dependentes de crack

Aline Rosana Giardin, Fernanda Franz Willhelm, Regina Salazar Sikilero

Abstract


Introdução: O exercício físico sistematizado é fator fundamental durante o tratamento da dependência química auxiliando na melhora do humor. O objetivo deste estudo foi investigar a relação entre diferentes protocolos de exercício físico e humor de pacientes em tratamento contra a dependência de crack internados durante o período de abstinência.

Métodos: Série de casos com 14 pacientes internados na Unidade Álvaro Alvim do Hospital de Clínicas de Porto Alegre para tratamento da adição de crack. As intervenções foram realizadas através da aplicação de três diferentes protocolos de exercícios físicos (aeróbico simples, resistência simples com intervalo, não aeróbico com intervalo ativo) com duração de 1 hora cada, aplicados em diferentes dias, de forma sequencial. Para a coleta dos dados de humor, utilizou-se a versão brasileira da Escala de Humor de Brunel (BRUMS).

Resultados: A amostra apresentava idade média de 26±6anos, com 5,9±4,3 anos de uso de crack. Foram encontradas aumento da raiva após o treino aeróbico simples e diminuição da depressão, tensão e aumento de vigor após o treino não aeróbico com intervalo ativo.

Conclusão: exercício físico não aeróbico com intervalo ativo foi o tipo de atividade que apresentou melhores resultados na comparação entre pré e pós-treinos. A melhora no humor de pacientes em tratamento para adição pode ser uma importante ferramenta para fortalecer a adesão ao tratamento e também garantir a abstinência do paciente.


Keywords


exercício físico; dependência química; drogas; atividade física



Copyright (c)



ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

 

 

Apoio Financeiro:

 


Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.