Diagnóstico Laboratorial da Giardiose Humana: Comparação Entre as Técnicas de Sedimentação Espontânea em Água e de Centrífugo-Flutuação em Solução de Sulfato de Zinco

Vinícius Claudino Bica, Alexandre Francisco Dillenburg, Tiana Tasca

Abstract


Introdução: A giardiose é uma das enteroparasitoses mais prevalentes no nosso meio e acarreta morbidade de indivíduos e dispêndio de recursos pecuniários. O diagnóstico laboratorial da giardiose é essencial, sendo o exame parasitológico de amostras fecais por microscopia o padrão ouro, a despeito do surgimento de técnicas alternativas. Dada a possível diferença de sensibilidade empregando técnicas de concentração distintas, torna-se necessário uma comparação entre as mesmas.

Objetivos: Os objetivos deste estudo foram comparar duas técnicas amplamente utilizadas para o diagnóstico da giardiose e, concomitantemente, caracterizar a população do estudo e avaliar a ocorrência de co-parasitoses.

Método: As amostras foram coletadas no período de março a maio de 2010 (N =163), sendo provenientes de usuários do Laboratório de Análises Clínicas Prof. Rubens Dantas (LAC, Farmácia, UFRGS, Porto Alegre). As técnicas de concentração das amostras fecais empregadas para o diagnóstico foram a de sedimentação espontânea em água (HPJ) e a centrífugo-flutuação em solução de sulfato de zinco (Faust). Aplicou-se um questionário aos usuários do laboratório para melhor caracterização da população estudada.  

Resultados: A prevalência total de enteroparasitoses e de giardiose na população estudada foi, respectivamente, de 22,9% e de 10,7% empregando as duas técnicas de concentração. A giardiose foi mais pronunciada em crianças e idosos, principalmente, do gênero masculino. A técnica de Faust (N =11) apresentou maior sensibilidade quando comparada a técnica de HPJ (N =6).

Conclusão: A técnica de Faust foi mais sensível para observação de cistos de Giardia lamblia podendo ser uma técnica complementar ao HPJ no diagnóstico deste protozoário.




Copyright (c)



ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

 

 

Apoio Financeiro:

 


Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.