Metanálise: Um Guia Prático

Caroline Legramanti Rodrigues, Patrícia Klarmann Ziegelmann

Abstract


Metanálise é uma técnica estatística adequada para combinar resultados provenientes de diferentes estudos. Na área da saúde, um exemplo é a combinação do risco relativo entre dois tratamentos estimado em diferentes estudos. O resultado básico da metanálise, neste exemplo, é uma estimativa única para o risco relativo, que é chamada de estimativa metanalítica. É importante ressaltar que, o resultado de uma metanálise terá significado aplicado somente se os estudos que a compõem forem o resultado de uma revisão sistemática. O objetivo principal deste artigo é apresentar, de forma prática, como conduzir uma metanálise. Para tal, são apresentados, através de um exemplo, os comandos disponíveis nos softwares STATA e R. É suposto que os dados necessários para a metanálise já foram coletados, ou seja, descrição de metodologias adequadas para revisão sistemática não é assunto abordado. Para um melhor entendimento dos exemplos são apresentados: alguns conceitos básicos, a definição de modelo de efeito fixo e modelo de efeitos aleatórios, ideias sobre heterogeneidade e técnicas de como detectá-la e maneiras de apresentar os resultados de uma metanálise. Uma breve discussão sobre escolha de modelos também é apresentada. Outras técnicas utilizadas em metanálises tais como, por exemplo, a análise de subgrupos e a meta-regressão não são abordadas neste trabalho.


Keywords


metanálise; revisão sistemática; medidas de efeito; STATA; R



Copyright (c)



ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

 

 

Apoio Financeiro:

 


Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.