DISLIPIDEMIA EM ADOLESCENTES

Autores

  • Nêmora Moraes Cabistani Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Waldomiro Carlos Manfroi Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde: Cardiologia e Ciências Cardiovasculares, Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Porto Alegre, RS, Brasil.

Palavras-chave:

Lipoproteínas, adolescente, doença arterial coronária, prevenção

Resumo

Este artigo tem o objetivo de rever os avanços na pesquisa da dislipidemia em adolescentes e a sua relação com a doença arterial coronária no adulto. São apresentados, inicialmente, aspectos epidemiológicos e os fatores de risco da doença arterial coronária, seguidos de algumas considerações sobre as lipoproteínas plasmáticas. Vários estudos são apresentados mostrando
a relação entre alterações do perfil lipídico em adolescentes e a presença de estrias gordurosas nas artérias. Eles mostram, ainda, que essas alterações presentes na adolescência tendem a permanecer na idade adulta. O autor apresenta algumas recomendações para a prevenção e o tratamento das dislipidemias no adolescente, frisando que algumas mudanças no estilo de
vida, como a manutenção de um modelo dietético nutricionalmente adequado, o controle do peso corpóreo, a prática de exercícios físicos e o abandono do tabagismo, estão relacionadas com a redução de fatores de risco para a doença arterial coronária. 

Unitermos: Lipoproteínas; adolescente; doença arterial coronária; prevenção

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-03-06

Como Citar

1.
Cabistani NM, Manfroi WC. DISLIPIDEMIA EM ADOLESCENTES. Clin Biomed Res [Internet]. 6º de março de 2020 [citado 2º de outubro de 2022];24(2-3). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/100870

Edição

Seção

Artigos de Revisão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>