COBERTURA VACINAL NO RIO GRANDE DO SUL: NOVOS INSTRUMENTOS DE BUSCA DE INFORMAÇÕES PARA AMPLIAR A AÇÃO GERENCIAL

Autores

  • Mariana Porto Programa Estadual de Imunizações, Divisão de Controle de Doenças Transmissíveis Agudas, Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Roger dos Santos Rosa Departamento de Medicina Social, Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Porto Alegre, RS, Brasil.

Palavras-chave:

Serviços de saúde, vigilância epidemiológica, vacinação, indicadores de saúde, Rio Grande do Sul

Resumo

A necessidade de informações consistentes, atualizadas e abrangentes para subsidiar a tomada de decisão quanto às populações-alvo e vacinas disponibilizadas pelo Programa de Imunizações brasileiro aponta para a possibilidade de incorporação de novos métodos de avaliação ao processo decisório. O objetivo deste estudo é analisar a introdução de outros métodos além do indicador clássico, para contribuir na melhoria da avaliação das coberturas vacinais no estado do Rio Grande do Sul. Realizou-se revisão bibliográfica em livros, artigos de revistas especializadas e publicações oficiais no período de 1994 a 2004, totalizando 2.096 referências. As avaliações realizadas pelo método estatístico permitem a obtenção de dados mais fidedignos, uma vez que os resultados não são influenciados pela invasão ou evasão de demanda, pelo sub-registro de doses aplicadas e pela duplicidade de registro. Entretanto, o método de estimativa rápida, a abordagem geográfica e a utilização de tecnologias de imagens devem ser considerados quando se buscam métodos para avaliação ágil, confiável e válida, questão central na gestão em saúde. Conclui-se que estudos para estimar coberturas vacinais com outras metodologias, além da tradicional, podem garantir rapidez, baixo custo e facilidade de realização, permitindo a identificação de problemas no Programa de Imunizações e a adoção tempestiva de medidas corretivas.
Unitermos: Serviços de saúde; vigilância epidemiológica; vacinação; indicadores de saúde; Rio Grande do Sul

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-03-04

Como Citar

1.
Porto M, Rosa R dos S. COBERTURA VACINAL NO RIO GRANDE DO SUL: NOVOS INSTRUMENTOS DE BUSCA DE INFORMAÇÕES PARA AMPLIAR A AÇÃO GERENCIAL. Clin Biomed Res [Internet]. 4º de março de 2020 [citado 2º de outubro de 2022];25(1-2). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/100813

Edição

Seção

Artigos de Revisão