AS PRÁTICAS DE GESTÃO FINANCEIRA NO PROGRAMA DST/AIDS DE URUGUAIANA (RS): REFLEXÃO SOBRE ENTRAVES ADMINISTRATIVOS

Ana Paula Benites Parraga, Roger dos Santos Rosa

Abstract


A importância dos programas de DST/AIDS, a localização estratégica do município de Uruguaiana (RS) em área de fronteira e a excessiva burocracia presente nas rotinas da administração pública brasileira motivaram-nos a comparar duas formas de operacionalização de recursos na área da saúde. Foram analisadas: (a) a modalidade shopping, utilizada nos acordos que envolvem recursos do Banco Mundial; e (b) a modalidade tradicional, na qual a aplicação dos recursos se sujeita à Lei nº 8.666/93. Através da aplicação de questionários a oito informantes-chave de diferentes esferas de governo e de análise documental, identificaram-se elementos facilitadores e dificultadores
da administração em saúde para ambas as modalidades. Sugere-se a formação de um núcleo administrativo-financeiro para gerenciar recursos específicos na Secretaria Municipal de Saúde de Uruguaiana/RS.
Unitermos: Administração e planejamento em saúde; AIDS; administração financeira; administração pública; serviços de saúde; Rio Grande do Sul


Keywords


Administração e planejamento em saúde; AIDS; administração financeira; administração pública; serviços de saúde; Rio Grande do Sul



Copyright (c) 2020 Clinical & Biomedical Research

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

 

 

Apoio Financeiro:

 


Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.