O SIGNIFICADO DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE PARA OS USUÁRIOS DO MUNICÍPIO DE SEGREDO (RS)

Neusa Rolita Cavedon

Abstract


O objetivo deste estudo é verificar o significado do Sistema Único de Saúde (SUS) para seus usuários do município de Segredo, no Rio Grande do Sul, bem como evidenciar aspectos negativos e positivos do sistema. Consiste em estudo de cunho qualitativo, que teve como técnica de pesquisa entrevistas semi-estruturadas, realizadas com oito usuários no mês de junho de 2004. Em suas falas, os usuários priorizaram o significado do SUS como uma “ajuda” que é dada aos mais carentes, um plano de saúde dos pobres. Além disso, o atendimento considerado prioritário é aquele de ordem curativa e medicamentosa, sendo enfatizado como ponto positivo o fato da existência por si só do sistema. Os dados revelam uma visão que deixa transparecer um aspecto cultural brasileiro, qual seja, o paternalismo. Ao considerarem o SUS
como uma “ajuda” dada aos mais carentes, os usuários colocam-se em uma posição passiva, que também revela o desconhecimento dos mesmos sobre o papel que têm junto aos Conselhos Municipais de Saúde. De certa forma, essa passividade pode ser decorrente de uma visão que lhes é transmitida através dos programas de Educação em Saúde. 

Unitermos: SUS; usuários; sistema público de saúde; paternalismo


Keywords


Usuários; sistema público de saúde; paternalismo



Copyright (c) 2020 Clinical & Biomedical Research

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

 

 

Apoio Financeiro:

 


Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.