HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA: ESTUDOS TERAPÊUTICOS

Flávio Danni Fuchs, Miguel Gus, Leila Beltrami Moreira

Abstract


O tratamento da hipertensão arterial sistêmica visa à prevenção primária e secundária de doença cardiovascular e renal. Um conjunto extenso de ensaios clínicos randomizados demonstrou que diuréticos em baixa dose consistem na escolha inicial mais eficaz. Contribuições de nosso grupo, neste contexto, têm se dado na revisão crítica da literatura, fortemente influenciada pelo viés corporativo. Algumas medidas não-medicamentosas, como a redução da
ingestão salina, aumento da ingestão de potássio e dieta hipocalórica, podem reduzir a pressão arterial, presumindo-se que também reduzam a incidência de eventos clínicos. Em ensaio clínico randomizado e duplo-cego, verificamos não haver diferença de efeito de duas diferentes intensidades de exercício sobre a pressão arterial, podendo ambas serem desprovidas de efeito intrínseco. Em um dos poucos estudos publicados sobre a efetividade de tratamentos antihipertensivos, verificamos que o uso de medicamentos e a adesão parcial à dieta hipocalórica são efetivos a curto prazo, mas que o mesmo não acontece com a dieta hipossódica e com a recomendação de aumentar a atividade física. A extensão dos benefícios dos tratamentos medicamentoso e não-medicamentoso à maioria dos pacientes em condições reais de
atendimento requer formas criativas de garantir a adesão contínua às prescrições médicas. 

Unitermos: Tratamento anti-hipertensivo medicamentoso, tratamento anti-hipertensivo nãomedicamentoso, eficácia, efetividade.


Keywords


Tratamento anti-hipertensivo medicamentoso; tratamento anti-hipertensivo nãomedicamentoso; eficácia; efetividade



Copyright (c) 2020 Clinical & Biomedical Research

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

 

 

Apoio Financeiro:

 


Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.