OSTEOGÊNESE IMPERFEITA

Autores

  • Regina Helena Elnecave Serviço de Endocrinologia, Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Porto Alegre, RS, Brasil.
  • Cristiane Kopacek Zilz Serviço de Endocrinologia, Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Porto Alegre, RS, Brasil.
  • José Augusto Sisson de Castro Serviço de Endocrinologia, Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Porto Alegre, RS, Brasil.

Palavras-chave:

Osteogênese imperfeita, fragilidade óssea, fraturas, infância

Resumo

Osteogênese imperfeita é uma doença genética caracterizada por fragilidade óssea e causada por alterações no colágeno tipo 1. A incidência em nosso meio ainda é desconhecida. O espectro clínico varia de casos leves a graves. Fraturas de repetição, deformidades ósseas e baixa estatura são os achados mais comuns. O principal diagnóstico diferencial é com maus tratos na infância. Ao tratamento de suporte tem sido acrescido o uso de bisfosfonados – drogas que inibem a reabsorção óssea –, com resposta positiva na diminuição das fraturas e aumento
da densidade mineral óssea.
Unitermos: Osteogênese imperfeita, fragilidade óssea, fraturas, infância.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-02-05

Como Citar

1.
Elnecave RH, Zilz CK, de Castro JAS. OSTEOGÊNESE IMPERFEITA. Clin Biomed Res [Internet]. 5º de fevereiro de 2020 [citado 1º de outubro de 2022];26(2). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/100132

Edição

Seção

Artigos de Revisão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)