PREVALÊNCIA DA RETINOPATIA DA PREMATURIDADE NO CENTRO DE NEONATOLOGIA DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE

João Borges Fortes Filho, Viviane Levy Lermann, Cristiano Koch Barros, Cassiano Innocente, Marlene Coelho da Costa, Renato S. Procianoy

Abstract


Objetivo: Estudar a prevalência da retinopatia da prematuridade em recém-nascidos prematuros, nascidos no Hospital de Clínicas de Porto Alegre entre outubro de 2002 e agosto de 2005. Métodos: Estudo transversal de 220 crianças prematuras nascidas com peso igual ou inferior a 1.500 gramas e/ou com idade gestacional igual ou menor do que 32 semanas, examinadas no centro de neonatologia, após dilatação das pupilas, sempre a partir da sexta
semana de vida. Resultados: A retinopatia da prematuridade ocorreu em 61 (61/220) prematuros, em um percentual de 27,73%. A doença atingiu estadiamento 1 em 12,73% dos casos (28/220), estadiamento 2 em 9,55% dos casos (21/220) e estadiamento 3 em 5% dos casos (11/220). Apenas uma das crianças atingiu o estadiamento 5 da doença, em 0,45% dos casos (1/220).
Conclusões: O percentual de 27,73% de retinopatia encontrado foi similar ao de outros trabalhos internacionais com o mesmo delineamento, assim como o percentual de 5% de retinopatia no estágio 3. Apenas um dos prematuros desenvolveu a doença até o estágio mais grave (5), havendo 0,45% de cegueira pela retinopatia da prematuridade no Hospital de Clínicas de Porto Alegre.
Unitermos: Retinopatia da prematuridade, prevalência, cegueira, prevenção.


Keywords


Retinopatia da prematuridade; prevalência; cegueira; prevenção



Copyright (c) 2020 Clinical & Biomedical Research

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

ISSN: 2357-9730 

http://seer.ufrgs.br/hcpa/

 

 

Apoio Financeiro:

 


Licença Creative Commons
The Clinical & Biomedical Research is licenced under Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.