Primavera: uma estação com arte

Autores

  • Rita Maria Ricardi Noguera Universidad Complutense de Madrid — UCM, Madrid, España

DOI:

https://doi.org/10.22456/2357-9854.65988

Palavras-chave:

Arte/Educação. Educação Infantil. Mediação Cultural. Abordagem Triangular. Pedagogia Sistêmica.

Resumo

Este artigo apresenta uma reflexão sobre uma experiência de arte/educação na educação infantil. Esta experiência ocorreu em Madri, Espanha, tendo como tema a primavera, uma estação do ano que geralmente se trabalha de maneira recorrente nas escolas. As flores e a luz da estação dão muitas possibilidades, sendo importante trabalhar não só as flores de papel ou as imagens coloridas, mas com o próprio entorno que nos mostra uma riqueza maravilhosa para observar, desfrutar e comentar. Um conto é um ótimo contexto para iniciar o tema com um grupo de oito crianças de 28 a 40 meses. Pouco a pouco vamos introduzindo mais informações, mais elementos visuais e vamos abrindo novas janelas associadas ao tema. A partir do conto entramos em temas como: o baile, as flores, o jardim, os ouriços e as borboletas. Desenvolver estes temas desde a arte/educação de maneira fluida e significativa proporciona momentos mágicos com as crianças dentro e fora da aula. Para este trabalho, a professora arte/educadora que realizou a proposta com o grupo, utilizou uma metodologia em aula colocando em prática a “Abordagem Triangular para o ensino da arte”, sistematizada por Ana Mae Barbosa e a “Pedagogia Sistêmica Fenomenológica” com o enfoque de Bert Herllinger, mais os anos de experiência e intercâmbios profissionais com muitos parceiros das áreas da arte/educação e da educação infantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rita Maria Ricardi Noguera, Universidad Complutense de Madrid — UCM, Madrid, España

Licenciada en Educación Artística pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Especialización en Educación Artística pela Universidad Complutense de Madrid (UCM). Master en Pedagogía Sistémica- enfoque Bert Hellinger, Zentrum de Madrid. Coordinadora de talleres para niños, jóvenes, adultos, formación de profesores y de arte en familia, con más de 25 años de experiencia entre Brasil e España. Autora de libros didácticos de arte para la editora española Editorial SM.

Referências

BARBOSA, A.M. Arte-Educação no Brasil. São Paulo: Perspectiva, 2012, 7ª ed.

___________________. A Imagem no Ensino da Arte: anos 1980 e novos tempos. São Paulo: Perspectiva, 2012b.

LÓPEZ FDZ. CAO, M. y PASTOR PRADA, R. El arte como conocimiento. Sentir y dibujar plantas. Elizabeth Blackwell, Merianne Sybile Mariam, Margaret Mee, Marianne North, Loïe Fuller. Madrid: Eneida, 2012.

NOGUERA, R: (2013) Experiências de arte e inclusão: integrando crianças e famílias nos ateliês de San Fernando. Disponível em: http://www.revistas.udesc.br/index.php/arteinclusao/article/view/3137. Acesso: 05/03/2016.

SYMES, RUTH. Harriet Baila. Barcelona: Trapella Books, 2010.

TRAVESET, M.V. Pedagogía sistémica, Fundamentos y práctica. Sèrie: Atenció a la diversitat / Educació especial/ Orientació i tutoria. Barcelona, Collecció: Ed.Graó, 238, 2000.

ESPAÑA. Real Decreto 1630/2006, de 29 de diciembre, por el que se establecen las enseñanzas mínimas del segundo ciclo de Educación infantil. Disponible en:

http://www.mecd.gob.es/educacion-mecd/areas-educacion/sistema-educativo/ensenanzas/educacion-infantil.html. Acesso: 18/06/2016

Publicado

2016-08-31

Como Citar

RICARDI NOGUERA, R. M. Primavera: uma estação com arte. Revista GEARTE, [S. l.], v. 3, n. 2, 2016. DOI: 10.22456/2357-9854.65988. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/gearte/article/view/65988. Acesso em: 22 maio. 2022.

Edição

Seção

Artes Visuais na Educação Básica