Estudo Bibliométrico da Produção Acadêmica sobre a Remuneração do Magistério da Educação Básica Pública no Brasil (2005-2015)

Luiza Freire

Resumo


O artigo apresenta um estudo bibliométrico, extraído do capítulo metodológico da tese intitulada O discurso sobre a remuneração do magistério da educação básica pública no Brasil (2005-2015). Para este propósito, foi realizado um levantamento a respeito da produção acadêmica sobre a remuneração do magistério da educação básica pública no Brasil, por meio de uma análise bibliométrica, entre os anos de 2005 a 2015. Sendo assim, os textos elencados são parte de um ramo de pesquisa em formação no campo do financiamento da educação e, no seu processo de construção, são por vezes polissêmicos, polifônicos, dispersos, descontínuos, intertextuais, devido à pluralidade na oferta de temas e entradas na análise do fenômeno remunerativo.


Palavras-chave


Remuneração do Magistério. Educação Básica. Bibliometria. Arqueologia do Saber.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVARENGA, Lídia. Bibliometria e arqueologia do saber de Michel Foucault – traços de identidade teórico-metodológica. Ciência da Informação, Brasília, v. 27, n. 3, set de 1998.

COSTA, Maria Teresa et al. A Bibliometria e a Avaliação da Produção Científica: indicadores e ferramentas. In: CONGRESSOS NACIONAIS DE BIBLIOTECÁRIOS, ARQUIVISTAS E DOCUMENTALISTAS, 11., Lisboa. Actas... Lisboa, 2012.

CURRÁS, Emilia. Tesauros: linguagens terminológicas. Brasília, DF: IBICT, 1995.

DAVIES, Nicholas. Levantamento Bibliográfico sobre Financiamento da Educação no Brasil de 1988 a 2014. Educação em Revista, Marília, v. 15, n. 1, p. 91-162, jan./jun. 2014.

FERNANDES, Maria Dilneia Espíndola; BASSI, Marcos Edgar; ROLIM, Rosana Maria Gemaque. Remuneração de professores de escolas públicas de educação básica no Brasil: percursos teórico-metodológicos de pesquisa. In: SILVA, F. de C.T.; M, M.G. (Org.). Escrita da Pesquisa em Educação no Centro-Oeste. Editora Oeste, 2016. v. 2. p. 131-148.

FOUCAULT, Michel. A Ordem do Discurso. São Paulo: Loyola, 1999.

FOUCAULT, Michel. Arqueologia do Saber. 8. ed. Tradução de Luiz Felipe Baeta Neves. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2015.

FREIRE, Luiza. O Discurso sobre a Remuneração do Magistério da Educação Básica Pública no Brasil (2005-2015). 2017. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2017.

LÍNGUA KIT BETA. Site de ferramentas linguísticas. Disponível em:

pt/frequencia-de-palavras>. Acesso em: 01 out. 2018.

PINHEIRO, Lena Vania Ribeiro. Fontes ou recursos de informação: categorias e evolução conceitual. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, 2006. Disponível em:

id=76&article=251&mode=pdf>. Acesso em: 11 nov. 2016.




DOI: https://doi.org/10.17648/fineduca-2236-5907-v9-89895

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fineduca adota o formato de publicação contínua.

 

Fontes de Indexação:

LATINDEX

 

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.