Educação na Bolsa de Valores: o FIES e o ensino superior privado

Maíra Teixeira Silva, Felipe Furini Soares

Resumo


O artigo trata das políticas de transferências de recursos públicos do ensino superior para agentes privados. Parte-se do histórico de processos privatizantes do ensino superior no Brasil, realizando-se uma análise do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), principalmente em virtude de seu crescimento superior a 2000% no período entre 2010 e 2016. Busca-se dimensionar os impactos dessa política no que se refere ao capital privado e financeiro, aos efeitos concorrenciais, além das questões oriundas da falta de uma fiscalização dos resultados. Dentro do percurso metodológico foi realizada revisão bibliográfica, análise de material jornalístico e entrevistas semiestruturadas com especialista e estudiosa sobre o tema. Analisaram-se ainda relatórios quantitativos de consultoria e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), além de requerimentos de dados a órgãos federais via Lei de Acesso à Informação (LAI). Verificou-se que a aposta pela ampliação do acesso ao ensino superior ancorou-se na oferta de agentes privados, por intermédio do endividamento da população, promoção de baixa qualidade e aglutinação de grupos privados.


Palavras-chave


Instituições de Ensino Superior (IES); FIES; Bolsa de Valores

Texto completo:

PDF

Referências


ANIMA EDUCAÇÃO S.A. Demonstrações Financeiras Individuais e Consolidadas Referentes ao Exercício Findo em 31 de Dezembro de 2016. Belo Horizonte, 2017. Disponível em: < http://ri.animaeducacao.com.br/>. Acesso em: 14 mar. 2017.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PRIVATE EQUITY & VENTURE CAPITAL (ABVCAP). Como Funciona a indústria de Private Equity, Seed e Venture Capital? São Paulo, 2015.

BANCO CENTRAL DO BRASIL. Histórico das Taxa de Juros. Banco Central do Brasil, 2017. Disponível em: . Acesso em: 8 fev. 2017.

BOLSA DE MERCADORIA E FUTUROS BOVESPA, BM&FBOVESPA. ASSESSORIA DE IMPRENSA. Empresas Educação - TCC MBA BM&FBovespa. [mensagem pessoal] Mensagem recebida em 10 fev., 2017.

BRASIL. Lei nº 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Diário Oficial da União, Brasília, 1996.

BRASIL. Lei no 10.260, de 12 de julho de 2001. Dispõe sobre o Fundo de Financiamento ao estudante do Ensino Superior e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 2001. Disponível em: . Acesso em: 3 mar. 2017.

BRASIL. Lei no 12.529, de 30 de novembro de 2011. Diário Oficial da União, Brasília, 2011.

BRASIL. Ministério da Educação. Portal do Programa Universidade para Todos. Brasília, 2016. Disponível em: . Acesso em: 8 mar. 2017.

CÂMARA DOS DEPUTADOS. Representante de universidades particulares aponta falta de fiscalização no Fies. Distrito Federal, fev. 2017. Disponível em: . Acesso em: 3 mar. 2017.

CARVALHO, Cristina Helena Almeida de. A mercantilização da educação superior brasileira e as estratégias de mercado das instituições lucrativas. Revista Brasileira de Educação, Brasília, v. 18, n. 54, jul./set. 2013.

CONSELHO ADMINISTRATIVO DE DEFESA ECONÔMICA - CADE. Atos de Concentração no Mercado de Prestação de Serviços de Ensino Superior. Brasília, maio 2016.

CONSELHO ADMINISTRATIVO DE DEFESA ECONÔMICA - CADE. Superintendência-Geral conclui parecer sobre operação entre Kroton e Estácio. Distrito Federal, fev. 2017. Disponível em: . Acesso em: 3 mar. 2017.

CUNHA, Luiz Antônio; GÓES, Moacyr de. O golpe na educação. São Paulo: Editora Zahar, 2002.

ENTIDADE de educação privada pede que Cade rejeite fusão de Kroton e Estácio. Jornal do Comércio, Porto Alegre, 2017. Disponível em: Acesso em: 18 fev. 2017.

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. Demonstrações Financeiras Individuais e Consolidadas Referentes ao Exercício Findo em 31 de Dezembro de 2016. Rio de Janeiro, 2017. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2017.

GOVERNO anuncia redução de 29% nos investimentos do Fies. Portal Uol, 2017. Disponível em: Acessado em: 6 fev. 2017.

HILL, Dave. O neoliberalismo global, a resistência e a deformação da educação. Currículo sem Fronteiras, Brasil; Portugal; Estados Unidos, v. 3, n. 2, p. 24-59, jul./dez. 2003.

HOPER EDUCAÇÃO. Análise Setorial da Educação Superior Privada 2016. Foz do Iguaçu, jun. 2016.

KOIKE, Beth. Fundos fazem novos aportes em educação. Valor Econômico, 2015. Disponível em: . Acesso em: 5 jan. 2017.

KROTON EDUCACIONAL S.A. Demonstrações Financeiras Individuais e Consolidadas Referentes ao Exercício Findo em 31 de Dezembro de 2016. Belo Horizonte, 2017. Disponível em: . Acesso em: 22 mar. 2017.

LIBÓRIO, Bárbara. Grupos de ensino negociam Fies para evitar caixa apertado. Portal iG, 2015. Disponível em: . Acesso em: 15 dez. 2016.

MANCEBO, Deise; VALE, Andréa Araújo do; MARTINS, Tânia Barbosa. Políticas de expansão da educação superior no Brasil (1995-2010). Revista Brasileira e Educação, Rio de Janeiro, v. 20. n. 60, p. 31-50, jan.-mar. 2015.

MARQUES, Waldemar. Expansão e oligopolização da educação superior no Brasil. Avaliação (Campinas), Sorocaba, v. 18. n. 1, p. 69-83, mar. 2013.

OLIVEIRA, Romualdo Portela de. A financeirização da economia e suas consequências para a educação superior no Brasil. In: Gilberto Maringoni (Org.). O negócio da Educação. São Paulo: Olho D’água, 2017, v. 1. p. 27-35.

PINTO, José Marcelino. Financiamento da educação no Brasil: um balanço do governo FHC (1995-2002). Educação e Sociedade, Campinas, v. 23, n. 80, set. 2002.

PORTAL DA TRANSPARÊNCIA NOS RECURSOS PÚBLICOS FEDERAIS. Portal da transparência do Governo Federal. 2014. Disponível em: Acesso em: 01 fev. 2017.

RING, Tiago. Entrevista concedida a Maíra Teixeira da silva. São Paulo. 7, fev. 2017.

SAMPAIO, Helena. Ensino superior no Brasil - o setor privado. São Paulo: Hucitec/Fapesp, 2000.

SAMPAIO, Helena. Privatização do ensino superior no Brasil: velhas e novas questões. In: SCHWARTZAMAN, Simon (Org.) A educação superior na América Latina e os desafios do século XXI. Campinas: Editora da Unicamp, 2014.

SAMPAIO, Helena. Entrevista concedida a Maíra Teixeira da Silva. São Paulo, 22, jan. 2017.

SECURATO, José Roberto et al. Crédito: Análise e avaliação do risco. São Paulo: Saint Paul Editora, 2007.

SER EDUCACIONAL S.A. Demonstrações Financeiras Individuais e Consolidadas Referentes ao Exercício Findo em 31 de Dezembro de 2016. Recife, 2017. Disponível em: . Acesso em: 17 mar. 2017.

SER EDUCACIONAL S.A. Portal Relações com Investidores. Recife, 2017. Disponível em: . Acesso em: 6 mar. 2017.

SEVERINO, Antônio. O ensino superior brasileiro: novas configurações e velhos desafios. Educar em Revista, Curitiba, n. 31, p. 73-89, jan.-jun. 2008.

SGUISSARDI, Valdemar. Educação Superior no Brasil: democratização ou massificação mercantil? Educação e Sociedade, Campinas, v. 36, n. 133, p. 867-889, out.-dez. 2015.

SISTEMA DE ACESSO À INFORMAÇÃO. E-SIC. Coordenação Geral de Suporte Operacional ao Financiamento Estudantil – CGSUP/DIGEF/FNDE, mediante pedido via Lei de Acesso à Informação (LAI). 2016, 2017. Disponível em: . Acesso em: 01 nov. 2016.

SOUSA, Dayanne. Crédito estudantil privado após o novo Fies: desafios e oportunidades. Monografia (Pós-Graduação Lato Sensu, MBA informações econômico-financeiras e mercado de capitais para jornalistas) – Faculdade UBS, UBS Escola de Negócios, São Paulo, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fineduca adota o formato de publicação contínua.

 

Fontes de Indexação:

LATINDEX

 

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.