Pandemia: janela de oportunidade para a privatização na educação básica do estado de São Paulo

Carolina Barbosa Gomes Figueiredo Filho, João Batista Silva dos Santos

Resumo


Este trabalho analisa como o modelo de ensino remoto, implementado em virtude da pandemia, agravou o processo de privatização da Rede Estadual de Ensino do Estado de São Paulo (REE-SP). Para analisar como o ensino remoto acentuou e conferiu novos contornos a esse fenômeno, utilizaram-se dados de contratos e termos de cooperação firmados pela Secretaria de Educação (SEDUC) em meio à pandemia e acessados via Serviço de Informação ao Consumidor (SIC) ou disponibilizados nos veículos oficiais do governo estadual. Verifica-se que o momento se consolidou como uma “janela de oportunidades” para fundações, empresas e institutos privados difundirem seus serviços e produtos por dentro da escola pública.


Palavras-chave


Educação Básica. Privatização. Ensino Remoto.

Texto completo:

PDF

Referências


ADRIÃO, Theresa; GARCIA Teise. Subsídio público ao setor privado: reflexões sobre a gestão da escola pública no Brasil. Políticas Educativas, Porto Alegre, v. 7, n. 2, p. 110-122, 2014.

ADRIÃO, Theresa; GARCIA, Teise; DRABACH, Nadia. A influência de atores privados na educação paulista: a primeira geração da privatização. Políticas Educativas, Curitiba, v. 13, n. 2, p. 96-108, 2020. Disponível em: https://www.seer.ufrgs.br/Poled/article/view/107517. Acesso em: 20 dez. 2020.

AVELAR, Marina. Educação e COVID-19: cenário para o avanço da privatização? Campanha Nacional pelo Direito à Educação, 04 jun. 2020. Disponibilidade em: https://campanha.org.br/analises/marina-avelar/educacao-e-covid-19-cenario-para-o-avanco-da-privatizacao/. Acesso em: 19 set. 2020.

BAHEMA EDUCAÇÃO S.A. Site oficial. 2020. Disponível em: https://www.bahema.com.br/a-companhia/historia/. Acesso em: 20 set. 2020.

BALL, Stephen; OLMEDO, Antonio. A ‘nova’ filantropia, o capitalismo social e as redes políticas globais em educação. In: PERONI, Vera (Org.). Redefinições das fronteiras entre o público e o privado: implicações para a democratização da educação. Brasília: Liber Livro, 2013.

BEHAR, Patrícia Alejandra. O Ensino Remoto Emergencial e a Educação a Distância. Jornal da Universidade, Porto Alegre, UFRGS, 2020. Disponibilidade em: https://www.ufrgs.br/coronavirus/base/artigo-o-ensino-remoto-emergencial-e-a-educacao-a-distancia/. Acesso em: 28 set. 2020.

BLANCO, Alessandra; VAZ, Tatiana. Conheça a Bahema Educação, a empresa focada em criar pessoas críticas e autônomas. 31 mar. 2019. Disponível em: https://gq.globo.com/Prazeres/noticia/2019/03/conheca-bahema-educacao-empresa-focada-em-criar-pessoas-criticas-e-autonomas.html. Acesso em: 20 set. 2020.

BRASIL. Lei n. 10.836, de 9 de janeiro de 2004. Cria o Programa Bolsa Família e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília-DF, 2004. Disponibilidade em: http://www.mds.gov.br/webarquivos/publicacao/bolsa_familia/Cadernos/Coletanea_LegislacaoBasica.pdf. Acesso em: 10 set. 2020.

BRASIL. Decreto n. 6.135, de 26 de junho de 2007. Dispõe sobre o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília-DF, 2007. Disponibilidade em: http://www.mds.gov.br/webarquivos/publicacao/bolsa_familia/Cadernos/Coletanea_LegislacaoBasica.pdf. Acesso em: 24 set. 2020.

BRASIL. CADE. Aquisição da Estácio pela Kroton é vetada pelo Cade. Brasília: Assessoria de Comunicação Social, 28 jun. 2017. Disponível em: http://www.cade.gov.br/noticias/aquisicao-da-estacio-pela-kroton-e-vetada-pelo-cade. Acesso em: 20 set. 2020.

BRASIL. Decreto n. 6, de 20 de março de 2020. Reconhece, para os fins do art. 65 da Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000, a ocorrência do estado de calamidade pública, nos termos da solicitação do Presidente da República encaminhada por meio da Mensagem nº 93, de 18 de março de 2020. Diário Oficial da União, Brasília-DF, 2020. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/portaria/DLG6-2020.htm. Acesso em: 10 set. 2020.

CARVALHO, Celso do Prado Ferraz de; RUSSO, Miguel Henrique. Neoliberalismo e educação no Brasil: a política educacional do estado de São Paulo. Revista Latinoamericana de Políticas y Administración de la Educación, Ano I, n. 1, p. 94-104, set. 2014.

CÁSSIO, F.; AVELAR, M.; TRAVITZIKI, R.; NOVAES, T. A. F.; Heterarquização do Estado e a expansão das fronteiras da privatização da educação em São Paulo. Educação & Sociedade, Campinas, p. 1-20, 2020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/kxDYrrv3sTJVFWThpTHZ7vc/?lang=pt. Acesso em: 20 dez. 2020.

CATINI, Carolina R. Privatização e gestão da barbárie - crítica da forma do direito. São Paulo: Edições Lado Esquerdo, 2018.

FEPESP. Federação dos Professores do Estado de São Paulo. Kroton: gigante se reorganiza, de olho na Educação Básica. 08 out. 2019. Disponível em: http://fepesp.org.br/noticia/kroton-gigante-se-reorganiza-de-olho-na-educacao-basica/. Acesso em: 20 set. 2020.

FERNANDES, Maria José; BARBOSA, Andreza; VENCO, Selma. O trabalho docente na rede pública de ensino do estado de São Paulo-Brasil no contexto da Nova Gestão Pública. Revista Educación, Política y Sociedad, Madri, v. 4, n. 1, jan./jun. 2019. Disponível em: https://revistas.uam.es/reps/article/view/12308. Acesso em: 15 set. 2020.

FINEDUCA. Não é hora de retroceder no Fundeb. Nota Técnica. 20 jul. 2020. Disponível em: https://fineduca.org.br/wp-content/uploads/2020/07/Fineduca_Nota_20200720.pdf. Acesso em: 01 ago. 2020.

FREITAS, Luis Carlos. A reforma empresarial da educação: velha direita, novas ideias. São Paulo: Expressão Popular, 2018.

GALZERANO, Luciana Sardenha. Grupos empresariais e a educação básica: estudo sobre a Somos Educação. 2016. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2016.

GIROTTO, Eduardo D.; JACOMINI, Márcia A. Entre o discurso da excelência e a lógica do controle: os riscos do Programa Ensino Integral na rede estadual de São Paulo. Revista de Ciências da Educação, Americana, ano XXI, n. 45, p. 87-113, jul./dez. 2019. Disponível em: http://revista.unisal.br/ojs/index.php/educacao/article/view/822. Acesso em: 20 dez. 2020.

GOULART, Débora; PINTO, José Marcelino Rezende; CAMARGO, Rubens Barbosa de. Duas reorganizações (1995 - 2015): do esvaziamento da rede estadual paulista à ocupação das escolas. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, v. 19, n. 1, p. 109-133, jan./mar. 2017.

GOULART, Débora; ALENCAR, Felipe. Inova Educação na rede estadual paulista: programa empresarial para formação do novo trabalhador. Germinal: Marxismo e Educação em debate, v. 13, n. 1, p. 337-367, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/revistagerminal/article/view/43759. Acesso em: 28 maio 2021.

KROTON fecha compra da Somos Educação por R$ 4,6 bilhões. G1, globo.com, Economia, 23 abr. 2018. Disponível em: https://g1.globo.com/economia/noticia/kroton-fecha-compra-da-somos-educacao-por-r-46-bilhoes.ghtml. Acesso em: 20 set. 2020.

LDE. Laboratório de Dados Educacionais. Curitiba: Universidade Federal do Paraná, 2020. Disponível em: https://dadoseducacionais.c3sl.ufpr.br/#/. Acesso em: 19 ago. 2020.

MANGAHIGH WESTERMANN. Site oficial. 2020. Disponível em: https://www.mangahigh.com/pt-br/. Acesso em: 20 set. 2020.

PALHARES, Isabela. SP e GO usam inteligência artificial para motivar alunos e evitar evasão escolar. Folha de São Paulo, São Paulo, 13 ago. 2020. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2020/08/sp-e-go-usam-inteligencia-artificial-para-motivar-alunos-e-evitar-evasao-escolar.shtml. Acesso em: 09 set. 2020.

SAMOR, Geraldo. Somos compra a Stoodi, ‘edtech’ de reforço escolar. Brazil Journal, 08 dez. 2017. Disponível em: https://braziljournal.com/somos-compra-a-stoodi-edtech-de-reforco-escolar. Acesso em: 20 set. 2020.

SÃO PAULO. Secretaria da Educação. Parceria inédita da Educação com o Google amplia programa de tecnologia da rede. 27 nov. 2013. Disponível em: https://www.educacao.sp.gov.br/parceria-inedita-da-educacao-com-o-google-beneficia-rede-estadual-de-ensino/. Acesso em: 02 ago. 2021.

SÃO PAULO. Secretaria de Educação. GOOGLE. Proposta de parceria e transformação. Minuta das condições do convênio. São Paulo, 28 de janeiro de 2014.

SÃO PAULO. Decreto n. 64.879, de 20 de março de 2020. Reconhece o estado de calamidade pública, decorrente da pandemia de COVID-19, que atinge o Estado de São Paulo, e dá providências correlatas. Diário Oficial do Estado de São Paulo, São Paulo, 2020a. Disponível em: https://www.al.sp.gov.br/repositorio/legislacao/decreto/2020/decreto-64879-20.03.2020.html. Acesso em: 10 set. 2020.

SÃO PAULO. Portal do governo. Governador sanciona nova previdência de SP. 06 mar. 2020b. Disponível em: https://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/governador-sanciona-nova-previdencia-de-sp/#:~:text=A%20reforma%20prev%C3%AA%20respeito%20ao,policiais%20e%20pessoas%20com%20defici%C3%AAncia. Acesso em: 15 set. 2020.

SÃO PAULO. Secretaria da Educação. Centro de Mídias da Educação de São Paulo. Site oficial. São Paulo, 2020c. Disponível em: https://centrodemidiasp.educacao.sp.gov.br/. Acesso em: 14 out. 2020.

SÃO PAULO. Secretaria da Educação. Escola Mais disponibiliza plataforma de estudos para alunos e professores da rede estadual. 17 set. 2020d. Disponível em: https://www.educacao.sp.gov.br/noticias/escola-mais-disponibiliza-plataforma-de-estudos-para-alunos-e-professores-da-rede-estadual/. Acesso em: 20 set. 2020.

SÃO PAULO. Secretaria de Educação. Resolução 27 SE, de 18 de março de 2020. Diário Oficial do Estado de São Paulo, São Paulo, 2020e. Disponível em: http://www.educacao.sp.gov.br/lise/sislegis/detresol.asp?strAto=202003180027. Acesso em 20 set. 2020.

SÃO PAULO. Secretaria da Educação. SEDUC Informa, São Paulo, n. 3, 17 de mar. 2020f. Disponível em: https://deregistro.educacao.sp.gov.br/coronavirus-seduc-informa/. Acesso em: 10 set. 2020.

SÃO PAULO. Secretaria da Educação. SEDUC Informa, São Paulo, n. 10, 3 abr. 2020g. Disponível em: https://deitu.educacao.sp.gov.br/06-04-2020-seduc-informa-novo-coronavirus-no-10/. Acesso em: 10 set. 2020.

SÃO PAULO. Secretaria da Fazenda e Planejamento. Doações de combate ao coronavírus - como contribuir sem incidência de impostos. São Paulo, 2020h. Disponível em: https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/doacoes/. Acesso em: 15 set. 2020.

SÃO PAULO. Transparência SP. São Paulo, 2020i. Disponível em: https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/transparencia/. Acesso em: 15 set. 2020.

SEKI, Allan Kenji. Determinações do capital financeiro no Ensino Superior: fundo público, regulamentações e formação de oligopólios no Brasil (1990-2018). 2020. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2020.

SOUZA, Artur Gomes de; EVANGELISTA, Olinda. Pandemia! Janela de oportunidades para o capital educador. Contrapoder, 15 abr. 2020. Disponível em: https://contrapoder.net/colunas/pandemia-janela-de-oportunidade-para-o-capital-educador/. Acesso em: 12 out. 2020.

STOODI Ensino e Treinamento à Distância SA. Site oficial. 2020. Disponível em: https://www.stoodi.com.br/quem-somos/. Acesso em: set. 2020.

UNESCO. Guidance on Open Educational Practices during COVID-19 pandemic. 26 maio 2020. Disponível em: https://nacoesunidas.org/unesco-lanca-publicacao-com-orientacoes-sobre-praticas-educacionais-abertas-durante-a-pandemia/. Acesso em: 31 ago. 2020.

VARGAS, Ivan Martínez. Lemann dará maior ênfase a ensino virtual em suas fundações. Folha de São Paulo, São Paulo, 13 maio 2020. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2020/05/lemann-dara-maior-enfase-a-ensino-virtual-em-suas-fundacoes.shtml. Acesso em: 31 ago. 2020.

VENCO, Selma. Precariedades: desdobramentos da Nova Gestão Pública no trabalho docente. Crítica e Sociedade - Revista de Cultura Política, Uberlândia, v. 6, n. 1, nov. 2016a.

VENCO, Selma. Terceirização nos tempos do cólera: o amor do setor público à precariedade. Argumentos Pró-Educação – Revista de Educação da UNIVÁS, Pouso Alegre, v. 1, n. 3, set./dez. 2016b.

WESTERMANN GRUPPE. Westermann Gruppe acquires Blue Duck Education the company behind Mangahighcom. 2020. Disponível em: https://www.westermanngruppe.de/en/detailed-view/westermann-gruppe-acquires-blue-duck-education-the-company-behind-mangahighcom/. Acesso em: 20 set. 2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fineduca adota o formato de publicação contínua.

Não há taxas para submissão, avaliação e publicação de artigos.

 

Fontes de Indexação:

LATINDEX

 

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.