Leitura de uma onda: pesquisa e observação

Betina Hillesheim, Anita Guazzelli Bernardes, Patrícia Flores de Medeiros

Resumo


Este artigo propõe colocar em análise a observação nos processos de investigação. Deste modo, não se parte da idéia da observação como um fenômeno evidente no campo da pesquisa, mas como um problema no próprio campo de pesquisa, na medida em que este se constitui como diferentes práticas – registros, leis, normas, exame, advertência, etc –, as quais produzem determinadas formas de verdade. Portanto, problematiza-se a observação mediante a utilização de um texto literário – Palomar na praia: leitura de uma onda – escrito por Ìtalo Calvino. A partir deste exercício, busca-se situar o campo da pesquisa em uma ordem de criação, ou seja, como uma obra de arte que também cria conceitos.


Palavras-chave


observação; pesquisa; diferença; modos de subjetivação, multiplicidade

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo