Dizer o que Não se Deixa Dizer: Adorno e a expressão como atitude formativa

Fábio Caires Correia, Oneide Perius

Resumo


Propomos discutir neste artigo o conceito de expressão presente na filosofia de Theodor Adorno. O objetivo é pensá-lo como atitude práxica formativa. Ao transformar a teoria num corpus acabado de verdade, a prática coisifica o pensamento e, por consequência, instrumentaliza a formação. No intuito de romper a lógica da linguagem da eficácia, própria da prática, encontramos na ideia de expressão um espaço possível para a revitalização ou reconfiguração crítica desta lógica formativa, isto é, encontramos nele uma teoria como resíduo de esperança.

 

Palavras-chave


Expressão; Prática; Teoria; Educação; Theodor Adorno



Direitos autorais 2019 Educação & Realidade

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo