REUNI: heteronomia e precarização da universidade e do trabalho docente

Autores

  • Denise Léda UFMA
  • Deise Mancebo UERJ

Palavras-chave:

Ensino superior – Política educacional. Reforma Universitária. REUNI. Qualidade. Trabalho Docente.

Resumo

O texto analisa o projeto "Universidade Nova" ou, como foi denominado em seu último formato, "Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI". Procura desvelar a retórica dos discursos e documentos oficiais que proclamam a retomada do crescimento do ensino superior público em todo país, em prol da justiça social, sem a contrapartida orçamentária, comprometendo, assim, a qualidade das funções que a universidade deve desempenhar, precarizando o trabalho docente e ampliando a heteronomia universitária. Destaca, ainda, o forte apelo ideológico presente no REUNI e conclui reafirmando que as condições de oferta desse programa, sem o suficiente aporte de recursos, favorecerão tão somente a precarização da instituição e um ensino de "qualidade" duvidosa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Léda, UFMA

Denise Bessa Léda – Doutora em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Professora Adjunta da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Deise Mancebo, UERJ

Deise Mancebo - Doutora em História da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), com pós-doutorado pela Universidade de São Paulo (USP). Professora e pesquisadora do Programa em Políticas Públicas e Formação Humana da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (PPFH/UERJ) e do Programa de Psicologia Social da mesma universidade.

Arquivos adicionais

Publicado

2008-04-30

Como Citar

Léda, D., & Mancebo, D. (2008). REUNI: heteronomia e precarização da universidade e do trabalho docente. Educação &Amp; Realidade, 34(1). Recuperado de https://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/8457

Edição

Seção

Artigos