Decolonizando o Ensino de Língua Inglesa para Populações Indígenas Brasileiras

Walace Rodrigues, Francisco Edviges Albuquerque, Michol Miller

Resumo


Este artigo investiga a concepção e os métodos dos currículos de English language teaching (ELT) no contexto da educação indígena brasileira. Pela lei federal brasileira, o inglês é um requisito curricular obrigatório para todos, incluindo os estudantes indígenas. Este artigo analisa as contribuições relevantes para a decolonização do ensino de inglês em contextos indígenas a partir de teorias pós-coloniais em educação, perspectivas sobre ELT decolonizado e teoria sociocultural da aprendizagem. Uma argumentação é feita para o desenvolvimento de currículos e de metodologias de ELT em colaboração com professores indígenas, a fim de priorizar suas comunidades, culturas e saberes tradicionais.

Palavras-chave


Educação pós-colonial; Subalternidade; Educação Indígena; Ensino Decolonizado de Língua Inglesa.



Direitos autorais 2019 Educação & Realidade

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo