Material Curricular Paulista de Matemática: opção de uso por professores de um município paulista

Maria Raquel Miotto Morelatti, Eliane Maria Vani Ortega, Leny Rodrigues Martins Teixeira, Monica Furkotter, Oscar Massaru Fujita, Luiz Fernando Carvalho, Alex Ribeiro Batista

Resumo


Este artigo analisa o material referente ao Currículo de Matemática do Estado de São Paulo, vigente a partir de 2008, e as percepções dos professores quanto à sua utilização. Trata-se de uma investigação qualitativa, de delineamento analítico-descritivo, fundamentada na análise do material e no questionário aplicado a 80 professores de Matemática da rede pública de ensino do município de Presidente Prudente (SP). O material não aponta mudanças significativas nos conteúdos em relação a currículos anteriores, mas estabelece situações de aprendizagem como organizadoras do ensino. Os resultados evidenciam que a maioria dos professores não usaria espontaneamente o material. As justificativas por eles apresentadas se referem predominantemente à falta de teoria do material e à defasagem de conhecimento do aluno.

 

Palavras-chave


Currículo; Proposta Curricular; Professores de Educação Básica; Ensino de Matemática



Direitos autorais 2019 Revista Educação & Realidade

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo