Brasil, Argentina e Uruguai: ensino de Relações Públicas na cultura digital

Valmor Rhoden, Valeska Maria Fortes de Oliveira

Resumo


Esta pesquisa teve como objetivo comparar as Diretrizes Curriculares Nacionais de Relações Públicas de Brasil, Argentina e Uruguai, refletindo sobre a formação no ensino superior. A metodologia conta com pesquisa bibliográfica e amparo documental. Os resultados mostraram que há diretrizes curriculares específicas para a área apenas no Brasil. A respeito da carga horária, há diferença significativa entre os países. E em relação ao presente cenário, que insere a profissão de Relações Públicas na cultura digital, percebemos que tal mudança é discutida de forma incipiente pela documentação oficial brasileira. Ademais, outro ponto observado é que, na Argentina e no Uruguai, os cursos de têm autonomia para criar conteúdos. 


Palavras-chave


Ensino Superior; Relações Públicas; Diretrizes Curriculares; Cultura Digital



Direitos autorais 2018 Revista Educação & Realidade

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo