Educação Antiniilista: corpo e arte produzindo sentido na escola

Fernando Yonezawa, Márcia Cuevas

Resumo


Neste texto objetivamos compartilhar a experiência de atuarmos como pesquisadores-interventores junto a uma escola municipal de Educação de Jovens e Adultos da cidade de Vitória (ES), onde estivemos realizando oficinas corporais-artísticas inspiradas nas obras de Lygia Clark e Hélio Oiticica. Utilizando-nos do método cartográfico de pesquisa em Psicologia Institucional, também baseados nos conceitos filosóficos de Deleuze, Guattari e Nietzsche, problematizamos o niilismo presente na educação e nos corpos dos estudantes, assim como buscamos afirmar a possibilidade de produzir sentido no processo educacional a partir destas intervenções corporais-artísticas.


Palavras-chave


Educação; Arte; Corpo; Produção de Sentido



Direitos autorais 2018 Revista Educação & Realidade

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo