Pensamento Crítico e Desafios na Educação para a Cidadania Democrática: um estudo etnográfico em escolas de ensino fundamental na Grécia

Ioanna Noula

Resumo


Este artigo relata um estudo etnográfico de caso múltiplo na Grécia. Examina as práticas docentes relacionadas à educação de cidadãos com pensamento crítico dez anos após a implementação de uma reforma integrada do currículo. Por meio de observações em sala de aula e entrevistas semiestruturadas, esta pesquisa examinou o papel do pensamento crítico nas salas de aula. Os achados sugerem que os professores evitam as práticas que promovem habilidades em pensamento crítico e o empoderamento dos estudantes. Ao contrário, tendem a implementar práticas tradicionais, sendo seu trabalho determinado, em grande parte, pelos padrões de aproveitamento definidos pelo vestibular e pelas aspirações dos pais. O artigo conclui que as expectativas prevalentes no ensino fundamental grego interferem no desenvolvimento de relações pedagógicas que promoveriam o pensamento crítico, obstruindo o alcance dos objetivos da reforma integrada do currículo e comprometendo o projeto para a cidadania democrática.

Palavras-chave


Pensamento Crítico; Cidadania Democrática; Prática Pedagógica; Pedagogia Crítica; Ensino Fundamental



Direitos autorais 2018 Educação & Realidade

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo