Formação Docente em Arte: percurso e expectativas a partir da lei 13.278/16

Valéria Metroski Alvarenga, Maria Cristina da Rosa Fonseca da Silva

Resumo


Para contextualizar e problematizar a formação docente em Arte mediante a Lei nº 13.278, de 2 de maio de 2016, que institui a obrigatoriedade da música, da dança, do teatro e das artes visuais na educação básica e exige formação específica, serão apresentados dados coletados pelo projeto em rede Observatório da Formação de Professores de Arte, que investiga, desde 2011, as licenciaturas em Arte no Brasil. Serão indicados caminhos para a implementação dessa lei, subsidiados por uma metodologia qualiquantitativa. Apesar do aumento das licenciaturas em Arte, elas não suprem a demanda educacional. Portanto, é preciso criar novos cursos, ampliar as vagas dos cursos existentes e investir no Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor).


Palavras-chave


Formação Docente; Arte; Políticas Públicas; Lei nº 13.278/2016

Texto completo:

Acesso ao artigo


Direitos autorais 2018 Educação & Realidade

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo