Dominação e resistência na escola: escolarização de crianças ciganas na Espanha

Márcia Ondina Vieira Ferreira

Resumo


O texto sintetiza um estudo realizado em uma escola de nível primário da cidade de Madrid, cujo objetivo era verificar que gênero de relação professor/aluno predominava no cotidiano de classes freqüentadas por crianças ciganas. Observei que os preconceitos étnicos dos professores os levavam a negar a capacidade intelectual dos ciganos, o que interferia no processo de aprendizagem destes alunos, contribuindo à manutenção de seu fracasso escolar e gerando situações de contestação estudantil e familiar à escola. No transcorrer do texto discuto o tema da interrelação dominação cultura/resistência à dominação, sugerindo aspectos a serem aprofundados em outros estudos.


Palavras-chave


escolarização de ciganos; dominação e resistência; fracasso escolar; preconceitos étnicos; distribuição desigual do conhecimento.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 Márcia Ondina Vieira Ferreira

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo