O currículo de Hollywood: quem é o "bom " professor, quem é a "boa" professora?

Mary Dalton

Resumo


Neste artigo, 26 filmes (amplamente distribuídos nos Estados Unidos nos últimos 60 anos) são analisados para construir uma teoria do currículo no cinema. Os/as professores/as "ideais" de Hollywood são definidos como aqueles/as que compartilham de um conjunto de características consistentemente encontradas nestes filmes, características que atravessam os tradicionais gêneros de filme e se mantêm intactas ao longo das épocas estudadas. Estes "bons" professores e "boas" professoras nos filmes também atuam a partir de uma abordagem curricular distinta identificada como "largamente estético-ético-política", uma expressão explorada no contexto dos cinco quadros de valores do pensamento currícular de Huebner.


Palavras-chave


Currículo e cinema, currículo e estudos culturais

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 Mary Dalton

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo