Representações Sociais de Meninos de Rua

Alda Judith Alves Mazzotti

Resumo


Os programas de apoio e ressocialização dos "meninos de rua", em sua maioria, não têm produzido os resultados esperados: o número de crianças nas ruas continua a crescer e os direitos desses meninos continuam a ser violados. Para que esses programas, bem como as políticas públicas dirigidas à ressocialização dos meninos e meninas de rua, possam ser eficazes, o apoio de diferentes atores sociais toma-se imprescindível. Considerando-se que as representações sociais elaboradas por um grupo orientam e justificam sua conduta frente aos objetos a que se referem, a presente pesquisa buscou investigar como os "meninos de rua" são representados por grupos aos quais estão mais freqüentemente expostos: meninos e meninas que trabalham nas ruas, policiais e seguranças, "educadores sociais" e meninos e meninas de classe média que estudam em colégios próximos às ruas de concentração de "meninos de rua". 


Palavras-chave


meninos de rua, imaginário social, representações sociais

Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 Alda Judith Alves Mazzotti

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo