Êthos Docente de Professores Referenciais

Jules Marcel, Giseli Barreto da Cruz

Resumo


Este artigo discute o êthos docente de professores formadores referenciais de prática, buscando analisar as influências na sua constituição profissional e os saberes explícitos e/ou tácitos presentes e mobilizados em sua docência. Com base em Shulman, Gauthier, Tardif, e Polanyi, foram realizadas entrevistas e observação de aulas de três professores indicados como referenciais pelos seus alunos, no contexto de um curso de Pedagogia de uma universidade pública. Os dados revelam convergências entre as práticas dos investigados e gravitam em torno de uma didática de prerrogativas intelectivas, morais, afetivas e comportamentais.


Palavras-chave


Professor Referencial. Êthos Docente. Professor Formador. Didática. Formação de Professores.



Direitos autorais 2017 Jules Marcel, Giseli Barreto da Cruz

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo