Saber do tempo: tradição, experiência e narração em Walter Benjamin.

Marcelo Pereira

Resumo


Este artigo investiga os conceitos de tradição, experiência e narração em Walter Benjamin
com face à pesquisa em educação. Walter Benjamin foi, por certo, um dos pensadores
mais preocupados em conjugar num sistema filosófico a multiplicidade do conhecimento.
Essa sentença pode ser verificada a partir da compreensão da relação que o autor estabelece
entre a experiência (Erfahrung), a tradição e a narração. Benjamin indica, com efeito,
através dessa relação, o fundo místico, misterioso, sobre o qual se funda um tipo específico
de experiência que se refere (e depende) diretamente ao comunitário. É nesse sentido
que se pode visualizar com maior nitidez a implicação da tradição não apenas sobre o
pensamento do filósofo em questão, como também sobre algumas perguntas que se
fazem em torno da própria experiência da linguagem, da história, da arte e da educação.

Palavras-chave


narração, sabedoria, tempo, experiência, tradição.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo