Educação, Cinema e Estética: elementos para uma reeducação do olhar

Autores

  • Robson Loureiro UFES

Palavras-chave:

Educação. Cinema. Estética. Teoria-Crítica. Theodor Adorno.

Resumo

O artigo explora as possíveis conexões entre educação e cinema a partir de uma perspectiva da reeducação do olhar, portanto, da sensibilidade estética. É possível uma reeducação do olhar em relação ao cinema? Mas que olhar seria esse? Que critérios teóricos adotar para realizar essa tarefa? Pensar em uma discussão sobre educação ou reeducação do olhar em relação ao cinema é, antes de tudo, refletir sobre o papel que os estúdios de Hollywood têm tido na produção de determinadas estéticas hegemônicas ao longo das últimas décadas e recuperar experiências que ousaram desafiar essa hegemonia. Com esse intuito, o presente artigo trata de elementos de uma teoria crítica em relação à estética do cinema a partir do encontro entre a filosofia Theodor Adorno e o cinema de Alexander Kluge.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Robson Loureiro, UFES

Doutor em Educação, professor adjunto do Departamento de Educação, Política e Sociedade do Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Autor do livro Indústria Cultura e Educação em "Tempos Pós-Modernos" (Papirus, 2003) e de diversos artigos acadêmicos em revistas especializadas

Arquivos adicionais

Publicado

2008-05-30

Como Citar

Loureiro, R. (2008). Educação, Cinema e Estética: elementos para uma reeducação do olhar. Educação &Amp; Realidade, 33(1). Recuperado de https://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/6691

Edição

Seção

Artigos