Métodos Quantitativos na Educação Comparada e em Outros Cursos: são válidos?

Steven J. Klees

Resumo


A comparação é a essência da ciência e o campo da educação comparada e internacional, como muitas ciências sociais, encontra-se dominado por abordagens metodológicas quantitativas. Este artigo levanta questões fundamentais a respeito da utilidade da análise de regressão para inferências causais. Examina três obras extensas de análise de regressão aplicada referentes a políticas educacionais. O artigo conclui que o alcance ou até mesmo a proximidade das condições necessárias para que a análise de regressão produza inferências causais válidas está mais distante do que nunca, de modo que estas inferências nunca são válidas. As metodologias de pesquisa alternativas são então brevemente discutidas.


Palavras-chave


Educação Comparada. Métodos de Pesquisa. Análise de Regressão. Inferência Causal.



Direitos autorais 2017 Educação & Realidade

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo