Vigotski e os Processos Criativos de Professores ante a Realidade Atual

Artur Bruno Fonseca de Oliveira, Ana Ignez Belém Lima

Resumo


O artigo aborda a criatividade no exercício da docência. Busca-se contribuir com reflexões que embasem práticas inovadoras na escola. O estudo é ancorado na Psicologia Histórico-Cultural, que compreende o ser humano como capacitado para ressignificar sentidos. Abordar a constituição do homem como ser criativo e criador traz opções num tempo em que o docente reproduz processos de alienação. O contexto e as relações vividas são primordiais para o desencadeamento do processo criativo. Tanto as relações interpessoais como o trabalho são marcados por competitividade, individualismo, flexibilidade e rapidez. Tal circunstância tolhe o potencial criativo.


Palavras-chave


Criatividade. Prática Docente. Processos de Subjetivação.

Texto completo:

Acesso ao artigo


Direitos autorais 2017 Educação & Realidade

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo