A Constituição de uma Educação Bilíngue e a Formação dos Professores de Surdos

Lucyenne Matos da Costa Vieira-Machado, Maura Corcini Lopes

Resumo


Este artigo tem como objetivo discutir a constituição de uma educação bilíngue a partir da formação de professores de surdos. Partindo de uma ideia de percurso formativo, defende o professor de surdos como intelectual específico, daí seu compromisso ético e estético com o saber da comunidade surda. O texto inicialmente aborda a localização histórica das construções discursivas da noção de educação bilíngue a fim de situar a emergência desse profissional e as implicações dessas mudanças na sua formação. Por fim, a partir das narrativas dos professores de surdos, discute a experiência como grande disparador do exercício da atitude na função-educador como intelectual específico. 


Palavras-chave


Educação Bilíngue. Formação. Professor de Surdos. Intelectual Específico.



Direitos autorais 2016

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo