Em Busca do Lá: educação, espaço e linguagem

Wenceslao Machado Oliveira Jr.

Resumo


A partir da obra literária Fora do tempo, de David Grossman, apontar a criação do espaço na linguagem, através dela, na fratura dela mesma: um lá, um onde a linguagem pode levar autor, personagens e leitores até o encontro do espaço-lugar expresso ali, nas palavras e nos silêncios. A literatura como linguagem intensiva que, ao invés de buscar dizer de um espaço-lugar-lá como algo fora dela, cria espaço-lugar-lá no burilamento-dobra da própria linguagem, ela mesma sendo matéria-prima, matéria de expressão, desse espaço. A partir das proposições de Deleuze e Pellejero acerca da potência política da literatura, lidar com o abrir das linguagens para vertentes menos informativas e mais expressivas nas atividades de ensino e, talvez, permitindo aos alunos a possibilidade deles nos darem a ver – criarem, resistirem, agirem com vontade de arte (Oneto) – outros espaços-geografias ainda não sensíveis a nós, permitindo-nos, também talvez, a invenção de outros possíveis, outras maneiras de testemunhar (Vilela), outras potências da literatura na educação, outras maneiras de habitar o espaço, como nos incita Massey.


Palavras-chave


Literatura. Espaço. Geografia Escolar. Testemunho. David Grossman.



Direitos autorais 2017 Educação & Realidade

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo