Prática Avaliativa de Matemática: um dispositivo pedagógico de subjetivação

Deise Maria Xavier de Barros Souza, Marcio Antonio da Silva

Resumo


O texto divulga alguns resultados de uma pesquisa de mestrado já concluída, discute e problematiza a avaliação como ferramenta pedagógica que se exercita na sala de aula para a subjetivação de uma professora de Matemática e seus alunos, questionando enunciados sobre práticas avaliativas que são silenciados e podem ter implicações na produção de subjetividades. Aproxima-se das teorizações de Michel Foucault sobre a constituição de sujeitos em um movimento de análise que situou a avaliação em um lugar-outro do discurso pedagógico, inscrevendo-a como uma prática de diferenciação e uma ferramenta pedagógica para tornar visíveis os que aprendem e os que não aprendem na escola, e para a formação de um sujeito avaliador.

Palavras-chave


Avaliação. Análise do Discurso. Práticas de Diferenciação.

Texto completo:

Acesso ao artigo


Direitos autorais 2017 Educação & Realidade

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo