Questionando a Neutralidade das Estratégias de Aprendizagem: uso dos saberes prévios por professores e alunos

Cecilie Ronning Haugen

Resumo


Este artigo investiga as práticas educacionais, voltadas à treinabilidade equitativa, ao examinar um projeto norte-americano sobre estratégias de aprendizagem que também está sendo usado em escolas norueguesas. Uma característica especial do projeto é seu foco sobre os saberes prévios dos alunos. A autora examina como os saberes prévios são interpretados e utilizados em contextos específicos de sala de aula. A variação nas interpretações, tanto de professores como de alunos, demonstra que pode ser difícil canalizar o conhecimento e a pedagogia na escola em sentidos específicos ao usar o projeto de estratégia de aprendizagem em questão. Além disso, a origem social do estudante pode influenciar a ativação e o uso estratégico de saberes prévios legítimos. A autora defende que a pesquisa sobre estratégias de aprendizagem pode ser desenvolvida aproveitando perspectivas da sociologia da educação.


Palavras-chave


Saberes Prévios. Equidade. Treinabilidade. Estratégias de Aprendizagem. Basil Bernstein.



Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo