Reflexão e Análise da Formação de Educadores de Jovens e Adultos do Campo

Katia Pinheiro Freitas, Lourdes Helena da Silva

Resumo


Neste artigo abordamos os desafios da EJA do Campo na formação dos seus educadores, a partir de uma revisão da produção acadêmica nacional do período de 2006 a 2011. Os dados, obtidos junto ao Banco de Teses da CAPES e Instituições do Ensino Superior de Minas Gerais, foram analisados conjugando contribuições teóricas da Educação de Jovens e Adultos, Educação do Campo e Formação de Professores. Nossos resultados revelam, entre outros, uma tendência das experiências de EJA do Campo se desenvolverem por meio de programas e/ou projetos, envolvendo parcerias diversas, com destaque para o envolvimento dos movimentos sociais nos processos de formação dos educadores. Revelam, ainda, a necessidade de investimentos na formação específica dos educadores – formação inicial e continuada, a partir de processos que contribuam para uma melhor compreensão dos aportes teórico-metodológicos dessa modalidade de ensino.


Palavras-chave


Educação do Campo. Educação de Jovens e Adultos. Formação de Educadores.

Texto completo:

Acesso ao artigo


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo