Qualidade das Escolas: tensões e potencialidades das avaliações externas

Cristiane Machado, Ocimar Munhoz Alavarse

Resumo


A partir do debate sobre qualidade na educação, este trabalho
objetiva evidenciar o fortalecimento das iniciativas de avaliações externas
como diretriz da política educacional para a melhoria da qualidade da
educação das escolas. Apoiando-se na pesquisa nacional, procura-se mostrar
possíveis interfaces das avaliações com a qualidade da educação. São
destacadas algumas potencialidades e, também, alguns indícios de tensões
das políticas de avaliação no cotidiano escolar. Por fim, conclui-se que a
avaliação externa, concebida como um processo amplo que envolve escolhas
técnicas, políticas e ideológicas, é um importante instrumento para o
incremento da qualidade da educação nas escolas públicas.


Palavras-chave


qualidade do ensino, avaliação externa,Qualidade do Ensino. Avaliação Externa. Escolas Públicas. Ensino Fundamental.

Texto completo:

Acesso ao artigo


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo