Programa Mais Educação como Política de Educação Integral para a Qualidade

Andrea Penteado

Resumo


Neste artigo trazemos a contribuição da teoria da Nova
Retórica para examinar discursos acerca do Programa Mais Educação proposto
como modelo de educação integral para o ensino básico pelo Governo
Federal. Tal programa tem defendido que a educação integral é um dos
caminhos traçados pelas políticas públicas para atingir metas de uma educação
de qualidade. Adotamos o índice proposto por Cavaliere, pelo qual a
educação integral deve ser observada a partir do incremento que proporciona
às práticas pedagógicas escolares. Concluímos que o programa tem
servido melhor a uma estratégia de reforço escolar do que às melhorias pedagógicas
dentro da escola e pode ser impeditivo do aprofundamento dos
debates acerca de educação integral e de qualidade.


Palavras-chave


Argumentação. Qualidade na Educação. Educação Integral.

Texto completo:

Acesso ao artigo


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo