Mercantilização e Oligopolização no Ensino Superior Privado

Ronaldo Fabiano Gaspar, Tânia Costa Fernandes

Resumo


O artigo analisa as mutações econômicas que o ensino superior privado tem passado nos últimos anos e, em particular, suas implicações sobre o perfil das instituições e a qualidade da educação. Nele, mostra-se como sua atual dinâmica expansiva tem favorecido a proliferação de capital estrangeiro e especulativo na composição acionária das holdings criadas para o controle de diversas instituições de ensino superior (IES), a oligopolização no setor, o incentivo dos recursos estatais e a crescente substituição da responsabilidade do estado pela dos próprios estudantes (e suas famílias) em relação ao custeio dos estudos nesse nível educacional. Por fim, expõe algumas implicações desse processo na qualidade da educação ofertada.


Palavras-chave


Educação. Ensino Superior Privado. Oligopolização. Qualidade Educacional.

Texto completo:

Acesso ao artigo


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo