A Experiência Ético-Formativa da Psicanálise e a Interlocução com Kant

Simone Alexandre Martins Corbiniano

Resumo


Compreende-se com Lacan que a ética não se dispõe ao simples fato de ter obrigações, porquanto ela está intrinsecamente ligada à própriaestrutura do desejo. A experiência ética funda a possibilidade de um possível rompimento sublimatório com o instituído, e está na origem motivadora de toda ação do sujeito, afirmando-se assim como uma experiência ético formativa. A ética da psicanálise entrevê o que pode ser um bem para o sujeito, com todas as contradições, lacunas e problemas que disso provém. Tal reflexão tem por base O Seminário, livro 7 − A Ética da Psicanálise, de Jacques Lacan, obra em que o autor se põe no horizonte da ética, discutindo questões ligadas aos conceitos de das Ding, de lei moral kantiana, e desublimação.


Palavras-chave


Psicanálise. Ética. Sublimação. Kant. Formação.

Texto completo:

Acesso ao artigo


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo