Sujeitos, Políticas e Educação Ambiental na Gestão de Resíduos Sólidos

Leandro Rogério Pinheiro, Márcio de Freitas do Amaral, Cassiano Pamplona Lisboa, Tiago de Mello Cargnin

Resumo


As análises que apresentamos aqui se configuram na articulação
com os debates sobre a sustentabilidade do modelo de produção e consumo
que temos gerado, problematizando políticas e práticas educativas gestadas
na constituição e funcionamento das atividades de coleta seletiva e
reciclagem. Procuramos, neste ínterim, abordar relações, tomadas de posição
e contradições que constituem os aparatos públicos de reciclagem,
considerando as narrativas dos principais sujeitos atuantes: catadores, intermediários
da comercialização e gestores públicos. Assim, analisamos as
práticas em educação ambiental promovidas, esboçando algumas críticas
ao que nos parece sua atual ênfase na normatização de condutas.


Palavras-chave


Políticas Públicas. Educação Ambiental. Gestão de Resíduos Sólidos. Tomadas de Posição.

Texto completo:

Acesso ao artigo


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo