As Primeiras Professoras de Cláudia-MT entre 1978 e 1980: quem veio?

Cristinne Leus Tomé

Resumo


Quem chegou? O que desejas? Neste artigo problematizamos a posição discursiva das quatro primeiras professoras da Escola Estadual da cidade de Cláudia-MT, entre os anos 1978 e 1980. A partir do referencial teórico-analítico da Análise de Discurso, discutimos os sentidos produzidos pelo sujeito que se inscreve no processo de colonização, ressignificando a sua posição-sujeito. Para tanto, analisamos o funcionamento discursivo do pronome pessoal nós nas falas das professoras sobre a sua chegada e inserção no campo de trabalho da educação.

Palavras-chave


Educação. Análise de Discurso. Posição-Sujeito Professor. Pronome Nós. Michel Pêcheux.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo