Richard Rorty e a Filosofia da Educação: uma análise da recepção marxista

Felipe Quintão Almeida, Alexandre Fernandez Vaz

Resumo


O artigo trata da recepção da obra de Richard Rorty nocampo da Educação, com ênfase na interpretação realizada pela pedagogia marxista brasileira. Apresenta a descrição que essa tradição opera do neopragmatismo rortiano bem como a sugestão com vistas a evitar os ceticismos (epistemológico, ético e político) que ela afirma derivar da filosofia doautor norte-americano. Analisa se as críticas a ele dirigidas se sustentam quando cotejadas com outra leitura de sua obra, menos indisposta e cética. A redescrição realizada indica os limites e as insuficiências da descrição aque se opôs.


Palavras-chave


Marxismo. Rorty. Fundamentos da Educação.

Texto completo:

Acesso ao artigo


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo