Línguas Nacionais no Sistema Nacional de Educação para o Desenvolvimento em Moçambique

Lourenço Eugénio Cossa

Resumo


A escolarização somente em uma língua estrangeira, portuguesa, em detrimento das línguas nacionais da maioria dos moçambicanos, foi a motivação desta pesquisa. O estudo tomou como base o referencial teórico-metodológico da Análise de Discurso fundada por Pêcheux, e outros autores, buscando identificar efeitos de sentidos produzidos pelo sujeito-professor em seu processo de significação na/pela língua, mediante a realidade que o cerca cotidianamente. O corpus da análise foi viabilizado a partir de entrevistas semiabertas com três professores de uma escola primária dos arredores da Cidade de Maputo. Constatou-se a existência de posições identitárias de acordo com o processo histórico-social-político do país, o que, na nossa óptica, promove uns e marginaliza outros.


Palavras-chave


Línguas Nacionais. Ensino. Desenvolvimento. Efeitos de Sentidos. Análise de Discurso.

Texto completo:

PDF


Direitos autorais

Educação & Realidade - ISSN 0100-3143 (impresso) e 2175-6236 (online)

 

Licença Creative Commons
Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Apoio e Indexação:

LATINDEX

 

Crossref Similarity Check logo