Os Saberes Históricos em Situação Escolar: circulação, transformação e adaptação

Autores

  • Nicole Lautier Université de Picardie Jules Verne

Palavras-chave:

Epistemologia. História. Representações Sociais. Aprendizagem. Identidade Profissional.

Resumo

Os saberes históricos ensinados e aprendidos no âmbito de uma situação escolar possuem ao menos um ponto comum com a história acadêmica: eles mobilizam uma mesma compreensão fenomenológica. A partir da análise do ensino de instituições e de acontecimentos, este estudo descreve alguns dos principais processos cognitivos – seleção de informação, interpretação figurativa, recursos à analogia e à metáfora – ancorados em esquemas de pensamento familiar aos alunos, que lhes permitem se apropriarem dos conhecimentos históricos. Considerando que a responsabilidade de uma aprendizagem escolar de história mobiliza igualmente outros registros de pensamento, a análise aponta alguns temas recorrentes que constituem momentos fortes onde os professores confrontam lógicas identitárias com hábitos e constrangimentos da situação didática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nicole Lautier, Université de Picardie Jules Verne

Nicole

Lautier é professora emérita da Universidade de Picardie Jules Verne (UPJV), Amiens, France. Suas pesquisas e publicações incidem sobre a análise
do processo de ensino e aprendizagem em história a partir das contribuições teóricas oriundas da epistemologia da história e da psicologia social.
E-mail: nicole.lautier@u-picardie.fr
Tradução: Pedro Antônio Gabriel

Arquivos adicionais

Publicado

2011-04-15

Como Citar

Lautier, N. (2011). Os Saberes Históricos em Situação Escolar: circulação, transformação e adaptação. Educação &Amp; Realidade, 36(1). Recuperado de https://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/15348

Edição

Seção

Ensino de História