Histórico do periódico

A apresentação de uma pluralidade de perspectivas teóricas é um dos pilares da política editorial de Educação & Realidade, o que atesta a sua história de liderança na proposição de questões candentes na área da educação. A revista tem como objetivo servir de veículo não apenas para o conhecimento e as pesquisas já consolidadas, mas também para perspectivas inovadoras - tanto no que se refere à argumentação quanto à metodologia - e que se apresentam como alternativas aos modelos estabelecidos.

A revista tem realizado plenamente a sua missão e a sua política editorial, algo que pode ser claramente identificado em sua história, que se diferencia da maioria das outras publicações científicas na área de educação. Educação & Realidade sempre publicou o que de melhor estava disponível tanto no Brasil, quanto no mundo, sendo responsável (como iniciadora ou incentivadora) pela introdução de temas centrais na discussão acadêmica brasileira na área de educação. Um exemplo deste pioneirismo é a apresentação de um número temático sobre o construtivismo e a apresentação de uma perspectiva crítica em relação a essa concepção, já nos anos de 1993/1994. Também é importante citar a publicação do texto, hoje clássico, de Joan Scott – “Gênero: uma categoria útil de análise histórica” – em 1990, que, de alguma maneira, inaugura um novo entendimento sobre a questão do gênero entre os pesquisadores no Brasil. Ao realizar sua missão de tensionar as fronteiras do conhecimento e da pesquisa em educação, Educação & Realidade também foi uma das primeiras publicações a oferecer aos leitores brasileiros artigos e números temáticos tratando das perspectivas dos estudos culturais e das perspectivas pós-estruturalistas, quando essas concepções ainda não tinham o destaque que têm hoje em nosso meio acadêmico. Educação & Realidade tem, ainda, uma vocação interdisciplinar, sempre propondo o debate nas fronteiras do campo da educação com as ciências humanas e sociais. Por último, a própria iniciativa de sempre publicar números com uma identidade temática, é um diferencial de Educação & Realidade, algo que fez escola, vide a propagação dessa forma de apresentação entre as revistas de educação no Brasil.